CLICK HERE FOR BLOGGER TEMPLATES AND MYSPACE LAYOUTS

sábado, 13 de junho de 2009

Post mortem



O esquecimento é o cimento
Que cobre a minha sepultura.
Estou bem morto e enterrado;
Da sua vida fui tirado... por você.
E o sentimento é o tormento
Que estou sentindo neste inferno;
O amor, que começou tão belo,
Me queima e corrói o peito;
Mas acabou, não tem mais jeito.
O meu motivo pra viver... era ter você.


10 comentários:

Teia de Textos disse...

Lindo... e triste.

Isaac Marinho disse...

Olá, Ester!

Pois... até na tristeza há beleza! =)

Obrigado por sua visita e pelo comentário.

Tenha uma ótima semana.

Abraços.

Srta. Butterfly disse...

Calma Tamagotchi!!
Eu voltei!! =D
rsrsrsrsrsrsr
Tá, eu sei, foi sem graça..=/

Gostei do poema..mas,apesar de ele ser meio tristonho...é lindo, romântico e simples..sua cara!

Fica Bem..
=**

Isaac Marinho disse...

Nada a ver com sua ausência...


Não é muito delicado da minha parte dizer, mas como eu sou mais grosso que pelo de porco: foi muito sem graça mesmo! ¬¬'

É, eu preciso escrever coisas tristes também. O amor real tem esse lado; negá-lo é ignorar o verdadeiro amor.

Obrigado pela sua visita (apesar da piadinha infame...).

Volte sempre. =D

Abraços.

Renato Mendes disse...

O esquecimento é o cimento , parei aqui...

Isaac Marinho disse...

Seja bem-vindo, Renato!

Parou, por quê?
Por que parou?

Volte a ler e continue lendo. Não pare por aí. =D

Volte sempre.

rudah disse...

Muito bacana. Literariamente falando eu sempre achei a tristeza e o medo sentimentos mais inspiradores que o amor.

Um abraço!

Isaac Marinho disse...

"Faz parte..."

Solidão, tristeza, frustração, amargura, angústia etc etc etc... tudo pode ser convertido em poesia; porque viver é poesia, e essas coisas fazem parte da vida.

Obrigado pela visita e pelo comentário.

Volte sempre.

Abraço.

Isaac Marinho disse...

"Faz parte..."

Solidão, tristeza, frustração, amargura, angústia etc etc etc... tudo pode ser convertido em poesia; porque viver é poesia, e essas coisas fazem parte da vida.

Obrigado pela visita e pelo comentário.

Volte sempre.

Abraço.

Isaac Marinho disse...

Seja bem-vindo, Renato!

Parou, por quê?
Por que parou?

Volte a ler e continue lendo. Não pare por aí. =D

Volte sempre.

Contribua

pensador.info

deviantART

Parceiros

Divulgue!

create your own banner at mybannermaker.com!

Copie este código para exibir meu banner no seu site:

Livros que estou lendo...