CLICK HERE FOR BLOGGER TEMPLATES AND MYSPACE LAYOUTS

domingo, 9 de agosto de 2009

Incontrolável



Uma melodia confusa, 
Um ruído de explosão, 
É o que meu peito perturba… 
É o que há no meu coração, 
Que bate num descompasso; 
Que me faz abrir os braços, 
Fechar os olhos, 
Beijar seus lábios… 
Ser qual um raio, 
Incontrolável.


sábado, 8 de agosto de 2009

Depois do não



A minha poesia anda fria, 
Os versos não se casam com a rima. 
A vida esqueceu de ser feliz; 
Eu quis você, e você não me quis. 
Não devia ser assim, 
Mas você não disse “sim”.


terça-feira, 4 de agosto de 2009

Oscilações



Rindo, aceitou meu pedido. 
Aos berros, me pediu para ir; 
Chorando, me pediu pra voltar.


domingo, 2 de agosto de 2009

Andarilho



Quero olhar o horizonte 
E poder seguir andando; 
Quero ser um viajante, 
Quero caminhar cantando. 
Quero a liberdade pura 
De estar sob sol ou chuva 
Viajando sem destino; 
É meu sonho de menino, 
Desvendar da vida as curvas.


sábado, 1 de agosto de 2009

Falseando



 A mão que afaga 
 Está ligada 
 Ao coração que diz: 
 Sufoca! 
 Os lábios sussuram: 
 Te amo... 
 A alma berra: 
 Te mato!


Contribua

pensador.info

deviantART

Parceiros

Divulgue!

create your own banner at mybannermaker.com!

Copie este código para exibir meu banner no seu site:

Livros que estou lendo...

PerguntaÊ!