CLICK HERE FOR BLOGGER TEMPLATES AND MYSPACE LAYOUTS

segunda-feira, 31 de dezembro de 2012

unvermeidlich



Do amanhã, o que sei 
É que não será mais amanhã 
Ao chegar, sim, 
Pois se tornará em hoje. 
E do hoje, o que penso 
É que depressa se vai 
E, ao chegar o amanhã 
E o nome lhe tomar, 
Este hoje será ontem 
Sem que eu possa lamentar.


quinta-feira, 13 de dezembro de 2012

Coisificado



Só lanço olhares às coisas, 
Que elas de pronto não olham de volta. 
E, se olham, fitam cegas, 
Namorando a alma piegas 
Que inda nega ser coisa também, 
Mas que é crente de haver nada além 
Dessa vida que a si mesma encerra.


terça-feira, 11 de dezembro de 2012

Iscmohveda



Mestre e discípulo despediam-se: 
— Por onde quer que fores, a teus amigos respeita. Lembra-te que a alegre Bu dista jornada de um dia daqui… 
— E em que direção fica Mu? 
Outro discípulo intervém: 
— O pacífico país de Mu? Sul, mano. Mas ainda não é para lá que vais. 
O mestre continua: 
— Não te esqueças de Khris, tão frágil alma, teu irmão. Socorre-o em seus conflitos. 
O discípulo então pergunta: 
— A quem devo rogar que faça auspiciosa essa minha viagem? 
O mestre responde: 
— Àquele, a quem uns negam e de quem muitos esquecem, o qual alguns chamam acaso, outros, destino, e outros ainda, pai.


Contribua

pensador.info

deviantART

Parceiros

Divulgue!

create your own banner at mybannermaker.com!

Copie este código para exibir meu banner no seu site:

Livros que estou lendo...

PerguntaÊ!