CLICK HERE FOR BLOGGER TEMPLATES AND MYSPACE LAYOUTS

quinta-feira, 28 de julho de 2011

Despistando



Despiu-se, enfim. 
A fim de despistar 
A dúvida do olhar, 
Deitou-se assim.


segunda-feira, 18 de julho de 2011

Com o coração nos pés



Guardei meus sentimentos 
Na gaveta das meias 
E por esquecimento 
Usei minhas tristezas; 
Em um dia de festa, 
Me amargurei à bessa 
E abandonei a mesa.

Lembro de outro momento 
De engano parecido; 
No dia de um encontro 
Usei meu egoísmo, 
E ao ver-me insatisfeito 
Achei-me no direito 
De ser mui insensível.

Relembro alguns eventos 
Que foram positivos; 
Recordo de um dia 
Que usei meu altruísmo 
E indo até a praça 
Distribuí, de graça, 
Casacos aos mendigos.

Passado um bom tempo 
E eu tendo percebido, 
Desfiz a confusão 
E segui meu caminho; 
Mas nunca me esqueço 
De quando usei meu medo 
E fugi dos vizinhos.


sexta-feira, 8 de julho de 2011

Felicidade faceira



Felicidade passou por mim, 
Olhou sobre o ombro 
E sorriu; 
E se foi 
E sumiu, 
E eu fiquei a ver navios, 
A ver as nuvens 
A verter lágrimas. 
Eis a verdade fria e pálida: 
Felicidade, se é dádiva, 
É semelhante à mulher; 
Pois é tão linda e desejável, 
Mas só é dada a quem não quer.


quarta-feira, 6 de julho de 2011

Vestígios



Punhos cerrados 
Sobre a mesa vazia; 
Olhos fechados, 
Sem querer ver o dia; 
Ombros caídos 
Sob o peso da dor. 
Eis os vestígios 
Dessa falta de amor.


Contribua

pensador.info

deviantART

Parceiros

Divulgue!

create your own banner at mybannermaker.com!

Copie este código para exibir meu banner no seu site:

Livros que estou lendo...

PerguntaÊ!