CLICK HERE FOR BLOGGER TEMPLATES AND MYSPACE LAYOUTS

segunda-feira, 31 de dezembro de 2012

unvermeidlich



Do amanhã, o que sei 
É que não será mais amanhã 
Ao chegar, sim, 
Pois se tornará em hoje. 
E do hoje, o que penso 
É que depressa se vai 
E, ao chegar o amanhã 
E o nome lhe tomar, 
Este hoje será ontem 
Sem que eu possa lamentar.


0 comentários:

Contribua

pensador.info

deviantART

Parceiros

Divulgue!

create your own banner at mybannermaker.com!

Copie este código para exibir meu banner no seu site:

Livros que estou lendo...

PerguntaÊ!