CLICK HERE FOR BLOGGER TEMPLATES AND MYSPACE LAYOUTS

domingo, 13 de setembro de 2009

Das minhas fantasias



Vi o meu triste reflexo 
 No pé de metal cromado da tua cadeira, 
 E assisti minha vida inteira 
 A mergulhar num mar complexo 
 De dúvidas sobre amor e sexo, 
 Num oceano de incertezas. 
 O nosso amor de brincadeira, 
 Que é de fato um amor sincero, 
 Já realiza o que eu quero: 
 Um grande amor pra vida inteira. 
 Mas penso, de qualquer maneira, 
 Se não estou a ser mesquinho 
 Em desejar (só um pouquinho) 
 Apimentar a brincadeira. 

Nota: Este foi escrito mês passado (a data exata é incerta) em um escritório; eu estava prestes a retomar minhas atividades de desenvolvedor web.

5 comentários:

Tanya disse...

Lindo Isaac!!! Excelente em tudo: conteúdo, métrica, rima... adorei!! Você é, mesmo, poeta!!

beijinhooooooo

Isaac Marinho disse...

Obrigado, querida doutora! Vou acabar acreditando que sou poeta... [^_^]

Não me considero exatamente um poeta; mas a poesia me toma, às vezes, e me faz poetizar de sentimentos, emoções, idéias, sonhos... da vida. E eu vou postando aqui. =D

Sou grato por toda a sua consideração e carinho. Pois somam mais motivação para eu continuar escrevendo.

Obrigado pela visita. Volte sempre! =)

Outro beijinho.

Ellen Cristine disse...

Sempre me surpreendendo cada vez mais com seus excelentes textos.

Parabéns!!
=*

Isaac Marinho disse...

Excelente...

... é ter pessoas como você por aqui comentando; isso muito me anima. =D

Obrigado pela visita e volte sempre! =)

Abraços.

Tanya disse...

Lindo Isaac!!! Excelente em tudo: conteúdo, métrica, rima... adorei!! Você é, mesmo, poeta!!

beijinhooooooo

Contribua

pensador.info

deviantART

Parceiros

Divulgue!

create your own banner at mybannermaker.com!

Copie este código para exibir meu banner no seu site:

Livros que estou lendo...

PerguntaÊ!