CLICK HERE FOR BLOGGER TEMPLATES AND MYSPACE LAYOUTS

terça-feira, 1 de março de 2011

Do mal que sofremos



Sofremos do mesmo mal 
Todos, cada um, cada qual 
Sentimos pena do ego, 
Amamos os nossos vícios; 
Nosso ‘bom senso’ é cego, 
Nossa razão é hospício. 
Nossas ideias são loucas 
E as poucas boas — tão soltas — 
Ladeiam um precipício.

Sofremos do mesmo mal 
Todos, cada um, cada qual 
Queremos ser os melhores 
Naquilo que não fazemos 
E o que fazemos é pobre, 
Nosso esforço é pequeno. 
Perdemos a nossa vida 
E vendo que está perdida 
Nem resgatá-la queremos. 
Nós somos tolos mesquinhos 
Seguindo por descaminhos, 
Somos o mal que sofremos.


0 comentários:

Contribua

pensador.info

deviantART

Parceiros

Divulgue!

create your own banner at mybannermaker.com!

Copie este código para exibir meu banner no seu site:

Livros que estou lendo...

PerguntaÊ!