CLICK HERE FOR BLOGGER TEMPLATES AND MYSPACE LAYOUTS

quinta-feira, 19 de maio de 2011

Alice



Foi você quem disse 
Que me amar foi uma burrice; 
Eu só concordei 
Pra não te ofender. 
Só você insiste 
Em negar o que ainda existe; 
E eu não me oporei 
Por não ver porquê. 
E essa esquisitice 
De querer que a gente brigue; 
Ignorarei, 
Por amar você. 
Se você se visse 
Emburrada assim, Alice, 
Ia entender 
O meu bem querer.


3 comentários:

@debyys disse...

A delicadeza com a qual o autor trata sobre temas como esse, digamos comuns ou não, é incrível... faz com que os nossos olhos percorram a tela numa sinestesia alucinante que não se permite parar. Inclusive, você é brilhante Isaac Marinho. ;*

Natalí disse...

Adoreei os textos. São perfeeeitos *---*
Meus parabéeens!
dá uma passadinha no meu bloguinho, please? www.natalinascimento.blogspot.com

desde já, obrigada ♥

Natalí disse...

Adoreei os textos. São perfeeeitos *---*
Meus parabéeens!
dá uma passadinha no meu bloguinho, please? www.natalinascimento.blogspot.com

desde já, obrigada ♥

Contribua

pensador.info

deviantART

Parceiros

Divulgue!

create your own banner at mybannermaker.com!

Copie este código para exibir meu banner no seu site:

Livros que estou lendo...

PerguntaÊ!