CLICK HERE FOR BLOGGER TEMPLATES AND MYSPACE LAYOUTS

sexta-feira, 8 de agosto de 2008

A morte do garoto soltador de pipas



O garoto que solta pipa sobre a lage do seu barraco é inocente. Ele não sabe que seu irmão mais velho é traficante (culpado), ele não imagina que sua irmã é usuária de drogas (vítima do tráfico?) e esposa (cúmplice) de bandido (culpado), ele nem sonha que seu tio é o chefe do tráfico (culpado) no morro.
Ele é apenas uma criança: brinca, se diverte, ri. Não brinca com o perigo, não precisa de drogas pra se divertir e nem ri das desgraças dos outros: ele é inocente.
Mas a vida é mesmo estranha (injusta). Um dia a polícia entra no morro: vai fazer justiça. Os policiais mandam o aviso:
- Estamos indo buscar "o nosso".
Os traficantes respodem:
- Pode vir, pode chegar!
E eles se encontram, e a lei e o crime têm seu romance, mas todos sabemos que é uma relação baseada apenas em "interesses" e, não em sentimentos.
Os amantes estão frente a frente, ambos armados. Eles conversam, fazem contas e se desentendem:
- Tá faltando um pedaço aí! Diz a lei.
- Você devia se dar por satisfeito! Responde o crime.
A lei é dura, não cede fácil e insiste:
- Mais tarde eu venho apanhar o restante.
- Se vier vai 'apanhar' mesmo, e vai apanhar feio!! Diz o crime em tom de ameaça.
A lei responde:
- Você sabe que vai ter troco, né? Bateu, levou.
Os amantes se separam, estão brigados. Mas vão se reencontrar mais tarde.
De madrugada a lei volta. Vem de mansinho ganhando terreno. O crime percebe e reage: a guerra começa.
Daí são tiros, explosões e gritos. E foge o chefe do tráfico e, foge o ladrão e sua mulher usuária de drogas, e foge o traficante. Mas o garoto soltador de pipas fica: fica e morre.
E ficam as palavras a justificar os fatos: a lei "combate" o crime e, nesse combate, os culpados fogem e inocentes sempre morrem.

4 comentários:

Ellen Cris disse...

Infelizmente nossa lei geralmente só chega para os mais fracos, e muitas vezes nem chega, como nesse caso atinge os inocentes. Acabam com os sonhos de pessoas que não tem nada a ver com a história.

Isaac Marinho disse...

É isso!
Para nossa tristeza, a lei e o crime estão cada vez mais 'apaixonados'. Esse namoro é sério e, as conseqüências são desastrozas. Entre as tapas e beijos desse casal, tombam os inocentes.

Obrigado por ler e comentar.
Fique com Deus!

Ellen Cris disse...

Infelizmente nossa lei geralmente só chega para os mais fracos, e muitas vezes nem chega, como nesse caso atinge os inocentes. Acabam com os sonhos de pessoas que não tem nada a ver com a história.

disqus_ykeFwqwTXp disse...

Vivemos em uma sociedade neoliberal, onde somos reféns de uma classe dominante, que inocentes levam a culpa e pagam a conta. É triste!! Até quando viveremos em uma sociedade injusta? Onde seus governantes são "mestres"

em corrupção.

Contribua

pensador.info

deviantART

Parceiros

Divulgue!

create your own banner at mybannermaker.com!

Copie este código para exibir meu banner no seu site:

Livros que estou lendo...