CLICK HERE FOR BLOGGER TEMPLATES AND MYSPACE LAYOUTS

sábado, 17 de outubro de 2009

Amor pra vida toda



Quero viver cada momento, 
Tendo alento, seja com quem for; 
Quero voar igual ao vento 
E ter o tempo só pra o meu amor. 
Quero viver a cada dia 
A vida que sonharmos pra nós dois, 
Experimentar a alegria 
E não me preocupar com o depois. 
Quero que a vida seja boa 
Pra mim e pra quem me livrar da dor; 
Quero um amor pra vida toda, 
E a vida toda só pra esse amor.


8 comentários:

Tanya disse...

Oh, adorei Isaac!! Simplesmente perfeito... o tipo de Amor que todos nós buscamos (e poucos encontram)...

beijo com carinho

Isaac Marinho disse...

Sim! Pois é, pois é, pois é...

=D

Olá, querida doutora!
É sempre bom ter você por aqui.

Fico muito feliz em saber que você gostou do poema. E ele realmente trata desse amor que todos desejamos encontrar... o amor mais raro, aquele que desejamos que seja eterno, pelo menos, enquanto dure... a vida. =D

Outro beijo com o mesmo carinho.

Cooper's disse...

bacana.

Debynha. disse...

Isaac, aquele que sabe escrever o que nós, simples humanos, apenas sentimos!

Te amo, amigo do coração!

Beijão! ♥

Isaac Marinho disse...

Respondendo... (1)

Olá, Sr. W.M. Cooper! =)

Obrigado pela visita e pelo "bacana". =D

Volte sempre.

Respondendo... (2)

Olá, caríssima abelhinha! =)

Eu também sou um "simples humano"; se poetizo, é porque a poesia esbarra em mim de vez em quando. Eu apenas sinto ou imagino ou observo, e escrevo... e, às vezes, acontece.

Também aprecio muito a sua amizade. E agradeço por toda a consideração. ;)

Outro beijão.

Wa... disse...

Adorei! Poesia linda! Acho seu blog vai virar origem para textos pro meme rsrrs bjks

Debynha. disse...

Isaac, aquele que sabe escrever o que nós, simples humanos, apenas sentimos!

Te amo, amigo do coração!

Beijão! ♥

Cooper's disse...

bacana.

Contribua

pensador.info

deviantART

Parceiros

Divulgue!

create your own banner at mybannermaker.com!

Copie este código para exibir meu banner no seu site:

Livros que estou lendo...

PerguntaÊ!