CLICK HERE FOR BLOGGER TEMPLATES AND MYSPACE LAYOUTS

terça-feira, 16 de setembro de 2008

Coração de poeta



Eu sei que não sou poeta, o coração é que insiste com essa idéia. Eu não sou romântico, sou grosso (um estúpido) e até mesmo chato e insensível. Mas não sei o que se passa no meu peito agora, deu pra bater diferente: pensa que pode amar.

"Já tentei ser de amores, mas só tive dores". Dizem que nada é tão ruim como amar sem ser amado; pior é quando não se tem vocação para o amor, e eu não tenho. Não sei fazer carinho, paquerar é complicado, suportar cenas de ciúmes é problemático, conhecer a família da pretendida é maçante. Não sei pra quê foram inventar esta coisa de amor, eu poderia viver bem sem ele; mas o danado do coração enveredou por estes lados... Deus me acuda!

Começou com um olhar, e o coração percebeu alguém. Ela era linda; linda demais para mim, nem me deu bola. Daí, passada a mofinez da rejeição, partimos para outra. E a vida foi mais grata desta vez. A moça retornou o olhar, sorriu e veio andando na minha direção. Puxa, é agora! Um abraço! ... tão cedo? Ela esbarrou em mim e caiu; era cega e não havia sorrido pra mim. Ela estava feliz, pois seu pai estava chegando pra levá-la pra casa. Quase acabei com a alegria dela... Eu a ajudei a levantar e a conduzi até o carro, pedindo desculpas. Ficamos amigos (até que eu tive alguma sorte).

Fiquei um tempo bolando uma forma de suprimir essa coisa toda de amor, mas o coração vadio quis encher-se de poesia. E lá vamos nós. Poesia pra aqui, poesia pra lá; para bonitas e para feias (tinha que acertar em alguém), para loiras e morenas, para quem me dissesse "oi" ou "ninguém merece" (somente para garotas, claro). Até que um dia... Tcharam! Coloquei um blog e comecei a divulgar minhas poesias junto com alguns "textos perdidos". E o coração continua querendo amar, e não deixa de pensar que sou poeta.

Qualquer semelhança é mera coincidência.

10 comentários:

Aline disse...

Meu amigo é poeta!
a cada dia melhor...cacildes...

Isaac Marinho disse...

Ser [poeta] ou não ser... [^_^]
Espero pelo menos ser a sombra de um poeta ou o pó de um escritor. =D
Obrigado por comentar.

Um abraço. ;D

MeeL Diigues² disse...

Nossa que palavraaas.. Maiis o amor é assim memso.. Vem de num sei ondee e quando vemoos ja estamoos maiis que envolviidos..
Não sabemos nada, só que, uma vez envolviidos, jamaiis conseguimos sair sem magooar uma das partees, mas a vida é assim.. Cheia de altos e baixoos.. E eu acredito naquela velha história de que um dia vamos encontrar alguém que possa nos completaar.... ;)

Isaac Marinho disse...

As coisas do coração são todas assim... [^_^]
Alguns dizem "sem pé nem cabeça" e outros cantam:
"Quem um dia irá dizer
Que existe razão
Nas coisas feitas pelo coração?
E quem irá dizer
Que não existe razão?" (Eduardo e Mônica - Renato Russo)

E o amor, mais do que qualquer outra coisa do coração, é um mar difícil de navegar. Mas é isto:
"Navegar é preciso, viver não é preciso"! (Pomepeu - 106-48 aC - via Fernado Pessoa).
Obrigado por comentar!

Lilian Dalledone disse...

O mais importante você já tem: um coração imenso e um talento invejável para descrever o que lhe vai no peito. Parabéns!

Isaac Marinho disse...

Obrigado por comentar! [^_^]
Sinto-me lisonjeado diante do seu comentário, Lilian.
Agradeço por me considerar tanto.

Um abraço.

Srta. Butterfly disse...

Oi Isaac!!
Você pode até dizer que não é romântico,mas tá ficando difícil de acreditar!! =D
Pode não ser um poeta,mas consegue descrever tão bem o que sente que fico imaginando os acontecimentos que narra(bobagem minha!kkk)E quer saber? Para mim você tem alma de poeta e isso que é importante!
=*

Isaac Marinho disse...

Nem eu mesmo estou conseguindo acreditar... [^_^]
Eu não tenho nada a ver com essas coisas, é o coração que "ficou besta" e pensa que eu posso amar e que sou poeta. =D
Me sinto feliz por cada pessoa que aprecia meus "textos perdidos".
Eu também imagino os fatos à medida em que viram linhas de texto. Tento colocar memórias, fantasias e sentimentos nas linhas que escrevo, é a minha forma de partilhar experiências.

Muito obrigado por comentar!

Um abraço.

Isaac Marinho disse...

Nem eu mesmo estou conseguindo acreditar... [^_^]
Eu não tenho nada a ver com essas coisas, é o coração que "ficou besta" e pensa que eu posso amar e que sou poeta. =D
Me sinto feliz por cada pessoa que aprecia meus "textos perdidos".
Eu também imagino os fatos à medida em que viram linhas de texto. Tento colocar memórias, fantasias e sentimentos nas linhas que escrevo, é a minha forma de partilhar experiências.

Muito obrigado por comentar!

Um abraço.

MeeL Diigues² disse...

Nossa que palavraaas.. Maiis o amor é assim memso.. Vem de num sei ondee e quando vemoos ja estamoos maiis que envolviidos..
Não sabemos nada, só que, uma vez envolviidos, jamaiis conseguimos sair sem magooar uma das partees, mas a vida é assim.. Cheia de altos e baixoos.. E eu acredito naquela velha história de que um dia vamos encontrar alguém que possa nos completaar.... ;)

Contribua

pensador.info

deviantART

Parceiros

Divulgue!

create your own banner at mybannermaker.com!

Copie este código para exibir meu banner no seu site:

Livros que estou lendo...

PerguntaÊ!