CLICK HERE FOR BLOGGER TEMPLATES AND MYSPACE LAYOUTS

quarta-feira, 10 de setembro de 2008

Incolor (Sem motivo)



Meu velho violão desafinou
A vida para mim perdeu a cor
A dor é o que me resta de você
Mas eu ainda insisto em te querer

Não canto mais, parei de escrever
À noite não assisto mais tevê
É triste, mas não vivo com rancor
Não sei qual foi o bem que te faltou

Bem querer, não foi...


Incolor: Título sugerido por Aline Donato (o "Anjo-guria da Guarda" de sempre).

3 comentários:

Luciano disse...

Essa poesia foi feita para mim.
Meu violão está realmente desafinado, e não canto mais como eu cantava antes. Não tenho tempo para ver TV, e minha única diversão tem sido estudar(?)!

Isaac Marinho disse...

Obriagdo por comentar!
É, Luciano?
Pra você ver; parte do que escrevi é real pra mim.
Uma das "mentiras" é que eu tenha parado de escrever. =D
Mas é uma forma de dizer que as coisas importantes perderam a motivação. =(
É isto.

Um abraço.

Luciano disse...

Essa poesia foi feita para mim.
Meu violão está realmente desafinado, e não canto mais como eu cantava antes. Não tenho tempo para ver TV, e minha única diversão tem sido estudar(?)!

Contribua

pensador.info

deviantART

Parceiros

Divulgue!

create your own banner at mybannermaker.com!

Copie este código para exibir meu banner no seu site:

Livros que estou lendo...

PerguntaÊ!