CLICK HERE FOR BLOGGER TEMPLATES AND MYSPACE LAYOUTS

terça-feira, 3 de junho de 2008

Epístola aos loucos



Dos sete sábios chineses, o oitavo era um louco tibetano. Esse oitavo concluiu que a terra era redonda e achatada nas "quinas" e que a matéria era formada de partículas "indivisíveis" formadas por outras partículas menores que por sua vez eram formadas por outras ainda menores, todas invisíveis. Mas é certo que existem.
Um dia esse oitavo sábio chinês, que era um louco tibetano, chegou a entender que todas as formas de vida evoluíram a partir de uma sopa de letrinhas, da qual alguém comeu várias letras restando apenas três: D, N e A. Ainda chegou a declarar que tanto os homens quanto os símios tiveram um antepassado comum, além da ameba primeva da qual surgiram todas as formas de vida, um primata primevo: um cara baixinho e peludo com cara de macaco, mas que era gente boa e nunca fez mal a ninguém. Diz-se que parecia com os atuais muriquis.
O mesmo sábio profetizou que o Brasil seria descoberto por chineses, esquimós, vikings, fenícios e espanhóis. Estes últimos cobririam o Brasil novamente para que os portugueses pudessem redescobri-lo.
A sua maior descoberta, que revoltou os outros sete, foi o ateísmo: Ele declarou que toda divindade é invenção humana e não se deve dar crédito a nenhuma delas. Mas como ele também era humano, concluiu que o seu ateísmo era uma invenção humana e não se devia aceitá-lo como verdade. Depois ele inventou o "Relativismo Absoluto" e mandou toda certeza às favas, amenizando as dúvidas. Tudo agora é relativo, menos o relativismo, visto que é tido como absoluto.
Por fim ele se suicidou, casou-se com uma das sete virgens do paraíso que eram reservadas ao seu primo terrorista, voltou a morar em Campina Grande e psicografou o texto que você acabou de ler.

9 comentários:

IESPFISCAL05 disse...

Loucura, Loucura, Loucura,kkkkkkk
Fiquei meio tonta c esse texto,hehe

Depois dessa, eu acho q sou normal,rsrs

Xauzinho amigo
Fik na paz

M. Lucena disse...

Como a epistola é aos loucos, tive que ler algumas vezes, e ainda não estou certo sobre como comentar pois não conseguir decidir de que ponto de vista devo me debruçar, por fim meu comentário é relativamente ambíguo.

Isaac Marinho disse...

Pelo fato de ser destinada aos loucos, só eles podem compreendê-la perfeitamente.
Quem não é louco, ao lê-la, simplesmente viaja na maionese.
=D
Boa leitura!
Fiquem com Deus.

Isaac Marinho disse...

Pelo fato de ser destinada aos loucos, só eles podem compreendê-la perfeitamente.
Quem não é louco, ao lê-la, simplesmente viaja na maionese.
=D
Boa leitura!
Fiquem com Deus.

IESPFISCAL05 disse...

Loucura, Loucura, Loucura,kkkkkkk
Fiquei meio tonta c esse texto,hehe

Depois dessa, eu acho q sou normal,rsrs

Xauzinho amigo
Fik na paz

Ricardo Alexandre disse...

Eu acho que na minha opinião que, esse sábio tibetano (louco ou não), tem mais loucura no quengo do que os loucos que conseguem entender seus argumentos!!!

Isaac Marinho disse...

Ou não... =D

Léo Pessôa disse...

O fato é que não existe forma certa a se pensar sobre algo, cada um tem sua capacidade de criar contextos, baseados em fatos ou não, apenas na imaginação, apesar da imaginação se basear em fatos. Desta forma nota-se que tudo é relativo a que pensa, as arestas estão voltadas pra todos os lados, dando milhares de interpretações a tudo, o tempo todo! ;D

glavão disse...

a normalidade é uma bosta, viva nós loucos... ou não.
viajei com texto

Contribua

pensador.info

deviantART

Parceiros

Divulgue!

create your own banner at mybannermaker.com!

Copie este código para exibir meu banner no seu site:

Livros que estou lendo...

PerguntaÊ!