CLICK HERE FOR BLOGGER TEMPLATES AND MYSPACE LAYOUTS

quarta-feira, 26 de outubro de 2011

Chiara



Clara é a tua fala,
 Tua pele e tua alma.
 Claros são os teus cabelos
 E os teus olhos, quais espelhos.
 Clara, a vida fica clara,
 Refletida em teu olhar.
 Tu és clara, toda clara;
 Não há como não te amar.


4 comentários:

Debynhaa *-* disse...

A suave leitura desses versos, por mais incrível que pareça, descompassa o coração.  ;) É sempre muito bom te ler ^^ 

Isaac Marinho disse...

Thanks! =D

Letícia Palmeira disse...

Perfeito. Bom ler um poema puro. 

Beijo, Issac. 

Isaac Marinho disse...

Obrigado!

Outro beijo.

Contribua

pensador.info

deviantART

Parceiros

Divulgue!

create your own banner at mybannermaker.com!

Copie este código para exibir meu banner no seu site:

Livros que estou lendo...

PerguntaÊ!