CLICK HERE FOR BLOGGER TEMPLATES AND MYSPACE LAYOUTS

segunda-feira, 23 de fevereiro de 2009

Meu Amigo Mar



Fui ver o mar. Já estava em tempo de ir visitar o "meu analista"; fui apressado, acordei cedo para pegar o melhor horário, mas não levei tanta tralha quanto os "outros pacientes". O que levei mesmo foram os meus problemas de sempre: minhas preocupações, minhas frustrações, minhas paranóias etc. Estava disposto a expor ao "meu amigo" tudo o que me afligia a alma, e o fiz.

Ao chegar diante do mar, olhei para ele, que se estendia em todas as direções e parecia tocar o céu lá no horizonte, admirei aquela imensidão, reverenciei aquela beleza, meditei ouvindo o som das ondas quebrando na praia, deixei-me estar sentindo o vento varrer a nebulosidade que me envolvia até então, e depois dessa "preparação", levantei-me, corri em direção ao "meu amigo de água salgada", lancei-me num abraço e mergulhei para afogar minhas angústias, maus sentimentos, minhas mágoas.

Debaixo d'água, senti-me como um bebê no útero materno, estava sendo gerado de novo ali; depois passei a boiar por alguns instantes, e era como se estivesse deitado num berço tranquilo, sendo embalado por uma canção de ninar, o doce som do mar. Daí levantei-me daquele meu "batismo" e voltei à praia, novamente olhei para o mar e contei com sua cumplicidade; havia depositado nele a minha velha vida, para viver uma vida nova. Fiz-lhe uma reverência, despedi-me e fui-me embora.

Chegando em casa, renovado e livre dos pesares, cantei:

O mar levou as minhas mágoas
Ele lavou as minhas lágrimas;
Ao me banhar em suas águas,
Me refizeram, suas vagas.

O mar levou as minhas dores
E me curou dos meus temores;
Me fez de novo ver as cores
E fez sarar meu "mal de amores".

Nunca vou esquecer do dia em que fiz aquela visita ao meu amigo, ele me disse que tudo na vida tem sentido. E sempre que algo me perturbar ou algum problema me cercar não vou chorar, e ao sofrer não vou pensar em me matar... eu vou correr pra ver o mar.

4 comentários:

Anônimo disse...

Rapaz, gosto muito de surfar e pescar, justamente por algo que o mar oferece: tranquilidade. Algo acontece, que permite o deligamento total de problemas, ou qualquer pensamento q possa estar atormentando. è uma boa saída também pra resolução de vários algoritmos!!!!!

Isaac Marinho disse...

É!
É isso aí! O mar tem essas características, só não tinha associado aos algoritmos... =D
Talvez até minhas notas melhorem agora.

Obrigado por comentar e volte sempre.

Abraço.

Srta. Butterfly disse...

Querido Isaac estou eu aqui de volta!!

O mar é meu melhor conselheiro..ele me dá a calma que preciso pra pensar e colocar as idéias no lugar..Nada é mais bonito que o mar =)

Vou aproveitar a dica e estudar perto dele tbm!!kkkkkk

Bjus tamagotchi!!!
=)

Isaac Marinho disse...

Welcome back!

Olá, querida borboleta!

É. O mar é o mar... cheio de beleza, de boas lembranças e vida. E agora que eu sei que ele ajuda na resolução de algoritmos, passei admirá-lo ainda mais. =D
É um mar tecnológico!

Pois bem, senhorita, aproveite também a inspiração que vem do mar.

Abraços.

P.S.; Os abraços são virtuais, mas a satisfação em te ter por aqui é real. =)

Contribua

pensador.info

deviantART

Parceiros

Divulgue!

create your own banner at mybannermaker.com!

Copie este código para exibir meu banner no seu site:

Livros que estou lendo...